domingo, 22 de novembro de 2015


Título original: My last Empress

Primeira publicação: 2012

Quando olhei a capa deste livro, na vitrine da livraria, quase morri de tanta vontade lê-lo. Tinha todos os elementos para despertar a minha curiosidade: China Imperial e Da Chen, autor do meu amado A montanha e o rio
Bom... Apesar das minhas expectativas, A última imperatriz não está na minha lista de "100 livros para ler antes de morrer". Vamos as razões.
Perkins é apaixonado por Anabelle. Contudo, seu amor de Romeu e Julieta tem um fim trágico, quando Anabelle acaba morrendo.
O rapaz, profundamente abalado, fica obcecado com a moça, recorrendo a manequins para suprir sua ausência.
Surge então, a oportunidade de viajar a China, onde ele acaba conhecendo uma imperatriz que possui os mesmos traços de Anabelle, e por quem termina proibidamente apaixonado.
Um livro no qual a cada página você passa a achar o protagonista mais pertubado, com todo este amor doentio pelo fantasma de Anabelle. Apesar da magia da escrita de Chen, verdadeiro gênio das palavras, a história é realmente ruim. E não sou a única a pensar isto: há centenas de comentários negativos no Goodreads a respeito da saga de Perkins.
Se você possuir uma opinião divergente a respeito do livro, por favor, comente. Ficarei muito feliz de conhecer outras perspectivas.

0 comentários:

Postar um comentário