sexta-feira, 16 de março de 2012

Até tu, Brutus?
Julio Cesar

    Seduzido pelo poder do senado, Marcus Brutus conspira a morte do amigo Cesar, pois o imperador pretende transforma a republicana Roma em uma monarquia.
      A cena mais famosa deste clássico é o assassinato de Julio, que diz a celebre frase, “Até tu, Brutus” e o discurso de Marco Antonio “Amigos, romanos e conterrâneos, emprestem – me os seus ouvidos”. Esse discurso mudará o rumo da historia, pois colocará a opinião publica contra os conspiradores.
      Como acontece com a maioria das revoluções, após chegar ao poder, os conspiradores se enfrentarão. Novos assassinatos e o fantasma de Julio Cesar assombrarão os próximos atos. É mais um trabalho fantástico de Shakespeare, autor de Romeu e JulietaHenrique V e Hamlet.

1 comentários:

  1. Muito lindo! Obrigado! Eu amo essa peça, mas, só conhecia essa parte aqui, que irei falar qual é, por causa do jogo de copas do windows, que antigamente tinha a citação dessa parte em que o Marco Antônio no funeral, também diz: "Não venho, amigos, para roubar seus corações."

    ResponderExcluir